Tv Camara – Ao Vivo

id="MPLayer" classid="CLSID:22D6F312-B0F6-11D0-94AB-0080C74C7E95" codebase="http://www.microsoft.com/windows/windowsmedia/player/9series/default.aspx" width="320" height="310" />type="application/x-mplayer2" src="mms://stream.camara.gov.br/tvcamara1t200" name="MediaPlayer" width="320" height="310" ShowControls="1" ShowStatusBar="0" ShowDisplay="0" autostart="1" StretchToFit="1">

Qual seu palpite? Deixe um comentário...

10 Comentários

  1. então, sou a favor da menor idade acompanhada de escolas profissinalisantes em todos municipios, e estados, sendo assim os jovem de 16 anos quando delas sairem em um ano de escolha da profissão ele estara com 17 anos ja proficional na area que ele escolheu, assim como muitos outro tambem sou menor e é isso que eu acho ,ok

  2. Lia de Campos

    Programa na Tv Camara entrevista ao vivo sobre dúvidas, pergunta e resposta sobre o Imposto de Renda.

    O que gostaria de saber:

    1) Sobre que ganha 03 fontes, (não considero rendas, e sim receitas/fontes, porque as mesas são frutos de aposentadorias e pensão) As três já vem com o desconto, de não tributável(65 anos). Porque tenho que considerar somente uma receita a não tributável e as demais não?

    2) Porque é taxado como receita, a isenção do condomínio quando o proprietário passa ser eleito como síndico? É incoerente porque não há abatimento em relação ao valor do que se paga ao condomínio para efeito de Imposto de renda. Porque essa cobrança? Me refiro a isto porque as administradoras informam o valor da isenção como uma receita mesmo o síndico sendo isento, e esses dados são informados diretamente a Receita Federal.
    Neste procedimento em On Line, o contribuinte se não informar os dados corretamente, poderá cair na malha fina. Valores estes são somado a qualquer outra receita os mesmo passam alterar no valor de imposto á pagar. Muitas proprietários estão desistindo desta função/síndico, mesmo porque os condôminos não aceitam repassar esse valor em benefício do síndico. Lia

  3. Jose Jacome

    Deve-se acima de tudo priorizar a educação, que é a meu ver a base da sociedade e o reflexo dos problemas inerentes a saúde pública e a segurança. Ademais acreditamos que infelizmente não acontecerá grandes mudanças na área política, devido ao descaso da maioria da população em relação a política. Infelizmente continuarão a votar mal e eleger políticos corruptos.

  4. Nadir deLima

    O bom deputado não lê, fala o que sente não o que os outros escreve. se foi você que fez já esta na cabeça não a nessecidade de ler.

  5. vamos aprovar ai a Escola Bilíngue para os Surdos,na capital federal tem que ter uma escola para ele…

  6. anaclara

    os direitos dos domestico foi melhor para os empregador quem e q tira as ferais de duas vez ao poderia os domestica por quem mais aceita você aceitaria i o seguro quem vocês acha quem vai receber mais e o pratão ou empregado.

  7. pedro garcia

    o país precisa de politica que dê bolsa para alunos que querem estudar medicina, que esteja em locais com necessidade de médicos.Não trazer médicos parar tapar uma buraco e sermos chamados de incapaz(ser medicos)

  8. Marcelo Costa

    No caso de um acidente com vítima fatal ou mutilante:
    As multas vão para a união.
    A família perde um ente ou ganha um deficiente em casa.
    O infrator cumpre a pena, se cumprir.
    Por que não fazer com que o infrator pague por um tempo proporcional ao seu acidente com parte do seu salário para a família que perdeu as vezes o arrimo ou passou a receber de nós, pagadores de impostos, uma aposentadoria por invalidez?

  9. O proprío Jeus disse que o errda por não conhecer as escrituras são elas que testificam d’Ele Jo 5:39

  10. O maior problema ser humanao é não atentar para a grande obra do criador esse mundo tem um regente ,só Ele dráos comoando quando tiver que chegado o fim